Como Organizei meu Casamento em 40 dias


Ah, casar! Eu imagino que casar, seja um dos grandes sonhos da maioria das meninas, mas bem, este nunca foi um dos meus. Eu nunca vou esquecer do casamento britânico de 2011 com Guilherme de Gales e Catarina Middleton, porque eu estava na sala assistindo na TV com as “minhas mães” (Vanda, minha mãe mesmo, Vânia, minha tia e madrinha e a Dona Kiki, minha avó) e eu disse: “Nossa, eu não sonho com isso!” e todas ficaram chocadas e sem entender, até que minha tia disse: “Você não precisa sonhar, a gente sonha por você!” Foi neste dia que eu percebi que sim, meu casamento ia acontecer e eu nem precisava sonhar com aquilo, mas ainda bem que eu tive alguém para sonhar por mim, porque nem tudo saiu como deveria e mesmo assim valeu a pena.


Foto: https://www.thamiresreis.com.br/

Dois anos depois eu reencontrei meu príncipe e nem passava pela minha cabeça que dali 6 anos eu estaria casando. Reencontrei porque eu já tinha casado com ele antes, pois, nós fomos dama e pajem juntos no casamento dos nossos tios em 1997. O irmão da minha mãe, tio Vladimir, casou com a irmã do pai do Filipe, a tia Luciana e quando contamos essa história muita gente não acredita, mas temos fotos comprovando que a gente já fazia um par perfeito para os registros da família. O que ajudou a render uma boa história para o nosso, que começou em 2017, quando ele me pediu em noivado em Recife a 300m de altura de frente pro mar.


Foto: Acervo Pessoal / Recife 07.09.2017

Infinitas coisas aconteceram até que finalmente em Setembro de 2019 resolvemos fazer algo simples para o próximo mês, a pressa era porque precisávamos voltar para a Holanda o quanto antes. Pensamos em casar apenas no cartório, fazer apenas um almoço para a família no prédio ou ir a um restaurante. Porém, eu acredito que não foi apenas as minhas mães que sonhavam por mim, a família do Filipe também fez tudo o que pode para nos dar a festa mais linda de todas.

O Lugar

O momento escolhido, não poderia estar mais conturbado. Estávamos temporariamente no Brasil, com a minha família e amigas no interior e meus cunhados em Portugal. Família espalhada pelo mundo, mas unidos pelo amor. Eu jamais vou esquecer o carinho que cada um teve comigo e ao empenho de todos mesmo que à distância.


O Filipe e eu não sonhávamos com muita coisa e nossa reserva estava destinada a outros projetos. Por isso, começamos a procurar buffet a domicílio, para fazer um almoço para a família no prédio e chegamos a um que nos atraiu pelo custo benefício. “Pizza! Como assim vocês vão servir pizza no casamento?” Foi o que minha sogra falou tentando mostrar que só se casa uma vez.


A minha salvação com relação ao buffet veio de Portugal, minha cunhada Daniela Peres tinha acabado de mudar para trabalhar na Adidas em Porto e mesmo com a vida tumultuada, conseguiu um tempo para ajudar a gente a achar o local que fez os olhos do Filipe brilharem igual quando ele entra na Apple.


A Dani não salvou a cena apenas com a pesquisa do buffet, ela estava na prova do meu vestido na costureira; organizando a fila dos padrinhos; ajudou meu cunhado a fazer o vídeo que passou na festa; ela e sua mãe me ajudaram com as fotos, convidados e até com o véu do vestido enroscando em tudo. Enfim, foi tanta ajuda que nem vou lembrar de tudo, ainda bem que te escolhi como madrinha e que sorte a minha ter você na minha vida.


Foto: https://www.thamiresreis.com.br/


Música

Durante a organização do casamento eu percebi que sou perdidinha para músicas. Essa sem dúvida foi a parte mais difícil para mim; levamos dias escolhendo e montando uma playlist de 5 horas para tocar durante a festa. O desafio foi unir os nossos gostos e pensar no que a família gosta também, foi tudo escolhido com muito carinho e a minha sorte é que o Filipe já teve banda e música ainda é uma de suas paixões.

Quando resolvemos que ia ter cerimônia pensei que precisava de umas 2 ou 3 músicas, mas a minha sorte foi que eu pedi ajuda a pessoa certa. O Paulo, irmão do meu pai e musicoterapeuta, foi o grande maestro do dia. Ele me ajudou não apenas a entender quantas músicas precisava como sugeriu a melhor e mais linda composição. Além de cuidar das músicas como o grande maestro que ele é, tocou na banda no dia (O que me deixou muito feliz e emocionada) e a cereja do bolo foi me emprestar a sua família linda para representar o Amor, Perfeitos! Amo muito.

Foto: https://www.thamiresreis.com.br/


Composição do Maestro Paulo Lopes:

  • Entrada do noivo: Queen / Love of my life

  • Entrada dos pais e padrinhos: Christina Perri / A Thousand Years

  • Entrada dama e pajens: A Bela e a Fera / Sentimentos

  • Entrada da noiva: Clarinada Mahler + marcha + Can’t help falling in love

  • Entrada das Aliança: Como é grande meu amor por você

  • Cumprimentos: Ed Sheeran / Thinking out Loud; Perfect

  • Saída dos noivos: Pharrell Williams / Happy

O Vestido

Eu estava com o pensamento que seria algo simples, por isso, antes do Filipe voltar da Itália eu já tinha ido com a Vânia e a Kiki em umas 20 lojas atrás do vestido ideal e encontrei muitos que gostei, mas nada adequado para a ocasião que preparamos. Ainda bem que eu só invisto quando tenho certeza, ou quase hehehe.


Depois de 2 semanas indo atrás de buffet, fotógrafo, cerimonialista, músicos, bem casados e lembrancinhas; consegui uma folga para procurar meu vestido, era muito engraçado a cara de espanto quando as vendedoras perguntavam para quando era e eu falava daqui 20 dias. Todas ficavam apavoradas e iam buscar os vestidos o mais rápido que podiam e falavam que eu era doida por procurar com tão pouco tempo assim.


Tudo deu certo no final!Sempre dá! Eu tive 2 dias para procurar o vestido ideal e o noivo estava comigo em ambos. Eu ficava com muita dó por ele não poder entrar nas lojas, mas ele fez questão. Outra pessoa que foi participar deste dia e me deixou muito feliz foi o Leo Del Corso, meu irmão, ele realmente queria me ver vestida com vestidos maravilhosos e eu nunca vou esquecer a carinha dele a cada vestido diferente que eu provava.


Eu não escolhi o vestido que deixou a boca dele mais aberta, apesar dele ser incrível. Eu escolhi um vestido simples de uma loja simples, assim como eu entendo a minha essência. Foi o vestido em que eu me senti mais confortável e o vestido que me lembrou da minha infância, pois, eu tinha uma Barbie com um vestido muito semelhante e por isso, me sentir uma princesa foi inevitável.


Foto: https://www.thamiresreis.com.br/


Os 4 Elementos

É tradição das antigas casar com: algo novo, algo velho, algo emprestado e algo azul. Dizem que quem cumpre terá sorte no casamento. Eu não me considero supersticiosa, mas nesse caso eu achei melhor não arriscar.


Algo azul foi o primeiro que eu decidi, meu anel de formatura que eu ganhei da minha avó todo em ouro com safiras. Tenho certeza que mesmo se ele não fosse azul, estaria comigo neste momento. Algo novo, foi fácil. Precisei de muitas coisas, como, o próprio vestido, o véu, os acessórios ou até a calcinha levanta bumbum. Algo velho, também, não foi difícil. Decidi usar a mesma sandália que eu usei na minha formatura de Arquitetura na Unesp, eu fui tão feliz naquela ocasião, tinha certeza que eu também seria se usasse novamente e combinou perfeitamente.

Foto: https://www.thamiresreis.com.br/


Porém, algo emprestado foi difícil, eu levei uns dias pensando e já estava ficando aflita porque o dia estava chegando e eu ainda não tinha nenhuma boa ideia. Até que, liguei para minha mãe e pedi um de seus terços emprestado para que eu pudesse entrar segurando junto com o buquê. Minha mãe amou a ideia e me emprestou o terço mais abençoado dela, o que ela ganhou de uma grande amiga da nossa família a Adriana Ferrari que trouxe da Itália, não dava para ser mais perfeito.

A Grande Surpresa

Eu imaginei que eu fosse me emocionar mais durante o processo, mas acho que realmente foi tudo muito corrido para isso. Eu estava indo buscar meu buquê na floricultura na véspera do casamento e pensei: “Nossa, eu ainda não chorei!”. Parece que eu estava prevendo. Quando entrei na floricultura já tive que usar a técnica de colocar a língua no céu da boca para conter o choro porque flores são a personificação do amor e ali eu percebi que estava muito melhor do que eu poderia ter sonhado.

Nos casamos pela manhã no cartório e quando cheguei fiquei com o coraçãozinho super ansioso esperando por meus pais e a família do Filipe. Eu conseguia ver minha família descendo do carro, mas eu não conseguia entender a demora, parecia que eles estavam arrumando algo no carro. Quando eles finalmente chegaram perto, meu irmão veio segurando um trambolhão e eu sem entender até que ele me falou: “Eu disse que eu não podia fotografar, mas eu não falei nada sobre filmar!” Apenas no dia que ele me contou que ia filmar todo o meu casamento e sim, foi mil vezes mais difícil segurar esse choro do que o das flores. Esse foi o momento que mais me emocionou do casamento, porque foi realmente uma surpresa, uma grande surpresa. A melhor surpresa que o meu irmão já fez por mim e eu amei.


Ver a felicidade no rosto de cada um da nossa família foi o que fez a gente trabalhar intensamente, não desistir no primeiro orçamento e querer fazer acontecer. Criar um casamento em 40 dias foi um grande desafio, mas abstrair dos inúmeros detalhes foi ainda mais. A festa só foi possível graças ao esforço conjunto de uma família que fui presenteada em nascer e outra que fui abençoada em escolher. Guardaremos com carinho as melhores memórias de um dia mais que especial, um dia que eu nunca ousei sonhar. Espero que tenho saído como a família sonhou também.

Obrigada família por esse lindo presente! Muito Obrigada meu amor pelo privilégio de viver ao seu lado.

Feliz Bodas de Papel a nós! =)


19.10.19 S2


Vídeo: @leonardocs


Vídeo: @henrique.donadio / @daani_pc

________________________________________

ESTE CONTEÚDO NÃO É PATROCINADO.

________________________________________


Se você tiver alguma curiosidade, dúvida ou ponto de melhoria ficarei feliz em saber! Pode deixar aqui mesmo ou enviar para arq.larissacampos@gmail.com. Para conferir outros conteúdos diariamente, siga o instagram @arq.larissacampos. Se quiser, fique a vontade para sugerir temas para os seguintes! Até a próxima =)

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Pinterest

@2016 - 2020 por Larissa Campos